Philia

downloadAutor: Padre Marcelo Rossi
N° de páginas: 135

Sinopse: ‘Philia’ é o amor dos pais por seus filhos, o amor entre irmãos, entre amigos. Após o sucesso de Ágape e Kairós, com mais de 12 milhões de exemplares vendidos, Padre Marcelo trata as questões de forma simples e direta, com exemplos práticos e orações, apresentando caminhos de esperança e superação através do amor fraternal. São 14 capítulos que buscam curar os males da alma: depressão, ansiedade, tristeza, pessimismo, medo, remorso, vício, desemprego, maledicência, inveja, ciúme, ira, ingratidão e autoimagem.

Boa noite, leitores, tudo bem? Bom, eu ganhei este livro da minha amanda e querida sogra, Kilma Azevedo. Muito obrigada, sogrinha, eu simplesmente amei! ♥ ♥ ♥ (PS: o Caio ainda não leu, mas vai ler, ahaha). 

Bom, Philia é uma obra do Padre Marcelo Rossi, com uma escrita fácil de entender e a leitura é bem rápida. Pelas poucas páginas, conseguimos terminar em poucas horas.

O livro é dividido em capítulos, e cada capítulo é abordado um tema: depressão, ansiedade, tristeza, pessimismo, medo, remorso, vício, desemprego, maledicência, inveja, ciúme, ira, ingratidão e autoimagem. Algo que me chamou a atenção e me fez sentir melhor e mais leve, é que no final de cada tema abordado, tem uma oração. Aí você reza e reflete sobre o que acabou de ler.

O livro nos faz pensar em coisas que passam no dia a dia, de que poderíamos mudar e fazer de nós mesmos, indivíduos melhores.

Se você estiver procurando respostas, se achando perdido neste mundo, indico ler “Philia”, com certeza vai te deixar com a mente mais aberta e um coração mais aliviado.

Frases do livro:

“Como anular o medo que muitas vezes toma conta do nosso ser? Medo do futuro, do fracasso, da falta de segurança, do desemprego, de perder as pessoas que amamos?”

“Como nos livrarmos da ansiedade, tristeza, pessimismo? Você já se sentiu assim alguma vez na sua vida? Com saudades de você mesmo? Da pessoa vibrante e alegre que foi um dia?”

😉 Beijos, até a próxima. 

A garota que você deixou para trás

117273256_1ggN° de páginas: 379
Autora: Jojo Moyes

Sinopse: Durante a Primeira Guerra Mundial, o jovem pintor francês Édouard Lefèvre é obrigado a se separar de sua esposa, Sophie, para lutar no front. Vivendo com os irmãos e os sobrinhos em sua pequena cidade natal, agora ocupada pelos soldados alemães, Sophie apega-se às lembranças do marido admirando um retrato seu pintado por Édouard. Quando o quadro chama a atenção do novo comandante alemão, Sophie arrisca tudo — a família, a reputação e a vida — na esperança de rever Édouard, agora prisioneiro de guerra. Quase um século depois, na Londres dos anos 2000, a jovem viúva Liv Halston mora sozinha numa moderna casa com paredes de vidro. Ocupando lugar de destaque, um retrato de uma bela jovem, presente do seu marido pouco antes de sua morte prematura, a mantém ligada ao passado. Quando Liv finalmente parece disposta a voltar à vida, um encontro inesperado vai revelar o verdadeiro valor daquela pintura e sua tumultuada trajetória. Ao mergulhar na história da garota do quadro, Liv vê, mais uma vez, sua própria vida virar de cabeça para baixo.

Olá, leitores, como estão?! Bom, começo dizendo que no início da leitura de “A garota que você deixou para trás”, eu estava preparada para falar “Não vale a pena ler o livro, é uma história chata, sério, melhor escolher outro…”, pois bem, a história inverteu e eu confesso que já estou sentindo saudades dos personagens, principalmente dos principais: Sophie, Liv, Paul e Mo. 

A autora começa falando sobre a Primeira Guerra Mundial, onde o casal apaixonado Sophie e Édouard precisam se separar por causa da guerra. Muitas coisas mudam em suas vidas. Uma batalha difícil e cheia de sofrimentos. Com o desespero e sem notícias de Édouard, Sophie é capaz de fazer qualquer coisa para conseguir ver o marido novamente, até mesmo sair com um alemão, o que era algo absurdo e sem perdão na época.

E tudo gira em torno de um quadro, uma pintura que Édouard fez para a esposa.

Antes de sabermos o que acontece com o casal apaixonado (Édouard e Sophie) , a escritora nos leva para o presente, quase um século depois, onde Liv se vê em uma situação difícil após perder o marido. Com muitas contas atrasadas e a vida parecendo desabar, ela conhece um rapaz, Paul. Vamos descobrir com o passar das páginas que o quadro que Édouard pintou para sua esposa há tantos anos, simplesmente foi parar na casa de Liv, e é aí que tudo vai mudar, muitas coisas acontecem por causa do quadro que se chama “A garota que você deixou para trás”. E durante todo o tempo de conflitos, Liv conhece Mo, uma antiga amiga que vai ajudar muito nessa jornada de conflitos.

Confesso que quando a escritora começou a falar no presente, depois que a guerra tinha acabado há tantos anos, eu fiquei entediada, não conseguindo ler o livro, pensando “que história, sério? É só isso? Mas com o passar das páginas, fui me envolvendo e ficando cada vez mais apaixonada.

Descobrimos quase no finalzinho o que acontece com a pobre Sophie e Édouard, e como o quadro veio parar na cada de Liv. 

Sou suspeita em falar de Jojo Moyes, ela é simplesmente incrível!

Outras resenhas da escritora:

Como eu era antes de você   ♥♥♥♥♥

Depois de Você

A última carta de amor

Em Busca de Abrigo

Frases do livro:

“Mas eu me recuso a tirar o quadro da parede, não importa o que Hélène diga. Ele me lembra você, e a época em que fomos felizes juntos. Me lembra que a humanidade é capaz de amor e beleza assim como de destruição.” 

“Parecia que eu tinha acabado de adormecer quando fomos acordados com uma gritaria. Guardas alemães se movimentam pelo meio da sala, despertando as pessoas a coronhadas e pontapés.”

“Vamos – diz Paul, envolvendo Liv com o braço numa atitude protetora. – Vamos tirar você daqui.” 

dscn8677

Até a próxima!🙂

A Rosa da Meia-Noite

downloadAutora: Lucinda Riley
N° de páginas: 572

Sinopse: Atravessando quatro gerações, A Rosa da Meia-Noite percorre desde os reluzentes palácios dos marajás da Índia até as imponentes mansões da Inglaterra, seguindo a trajetória extraordinária de Anahita Chavan, de 1911 até os dias de hoje. No apogeu do Império Britânico, a pequena Anahita, de 11 anos, de origem nobre e família humilde, aproxima-se da geniosa Princesa Indira, com quem estabelece um laço de afeto que nunca mais se romperia. Anahita acompanha sua amiga em uma viagem à Inglaterra pouco tempo antes da eclosão da Primeira Guerra Mundial. Ela conhece, então, o jovem Donald Astbury, herdeiro de uma deslumbrante propriedade, e sua ardilosa mãe. Oitenta anos depois, Rebecca Bradley é uma jovem atriz norte-americana que tem o mundo a seus pés. Quando a turbulenta relação com seu namorado, igualmente rico e famoso, toma um rumo inesperado, ela fica feliz por saber que o seu próximo papel uma aristocrata dos anos 1920 irá levá-la para muito longe dos holofotes: a isolada região de Dartmoor, na Inglaterra. As filmagens começam rapidamente, e a locação é a agora decadente Astbury Hall. Descendente de Anahita, Ari Malik chega ao País sem aviso prévio, afim de mergulhar na história do passado de sua família. Algo que ele descobre junto com Rebecca começa a trazer à tona segredos obscuros que assombram a dinastia Astbury.

Olá, gente, como estão? 

Livros da Lucinda Riley sempre me inspiram.  Como de praxe, ela nos leva ao passado em uma história com muitos mistérios. A Rosa da Meia-Noite não foi diferente, viajamos no ano de 1911! Incrível! A forma como ela escreve todos os detalhes, como pensa em cada personagem é simplesmente genial! Para quem ainda não conhece a escritora, eu recomendo de olhos fechados. Todos os livros que eu li dela até hoje, são maravilhosos, amei todos, cada página.

Bom, a história do livro “A Rosa da Meia-Noite” é um drama, com amor e muito, muito mistério. A cada virar de página eu ficava mais curiosa para saber tudo o que aconteceu com a pobre Anahita Chavan.

Ao completar 100 anos, Anahita, conhecida como Anni, entrega um diário ao seu bisneto, com todos os detalhes de sua vida, e nos detalhes, ela fala sobre o seu filho, que na época, Anni foi informada que ele havia morrido, e ela acredita que ele não morreu, mesmo tendo o seu atestado de óbito. E por isso, quer ajuda do seu bisneto para conseguir a esclarecer essa dúvida que ela carregou pela vida inteira. Mas tudo isso envolve uma história comovente cheia de sofrimentos – pobre Anahita, e com isso, descobrimos todas as passagens da sua sofrida história. À época, a pequena Anahita, com apenas 11 anos, de origem nobre e família humilde, aproxima-se da geniosa Princesa Indira, com quem estabelece um laço de afeto que nunca mais se romperia, e digo, a amizade das duas é linda, algo verdadeira.

E, depois de um tempo, Anahita acompanha sua melhor amiga em uma viagem à Inglaterra pouco tempo antes da eclosão da Primeira Guerra Mundial, e é aí, que ela conhece, então, o jovem Donald Astbury, herdeiro de uma deslumbrante propriedade, e sua ardilosa mãe – que vamos confessar, que mulher sem coração, que atrapalhou a vida e, principalmente, o futuro da pobre Anni.

E durante a investigação do bisneto com a vida passada da bisavó, ele descobre detalhes que vão se encaixando e montando um quebra-cabeça de anos. E com essa curiosidade de descobrir tudo, Ari Malik, o bisneto, vai percebendo que a sua vida também precisa ser reformulada, e é o que acontece, ele vai mudar e se tornar um jovem perfeitamente bom.

Ari também conhece Rebecca Bradleyuma jovem atriz famosa que está gravando as cenas para o próximo filme na casa do antigo morador, Donald Astbury, com quem Anni foi perdidamente apaixonada. É cada coisa que vamos descobrindo…

Genteee, e o final, lá na última página, ai, Meu Deus, fiquei arrepiada, é o destino, só pode. Não entrarei em mais detalhes senão vou acabar contando o segredo de tudo, ahaha.

Eu sou suspeita em falar da escritora, porque amo todas as suas histórias, mas confesso, que a cada livro, eu fico ainda mais admirada. A história é linda, saímos daquela rotina em ler livros que já sabemos o final, Lucinda é sempre incrível. Nos surpreende a cada vez mais.

Outros livros da escritora: 

A Casa das Orquídeas

A Luz Através da Janela

As Sete Irmãs

A Garota do Penhasco  (meu preferido )

Frases do livro:

“Qualquer “beleza” que possa ser considerada valiosa em mim se esconde profundamente em minha essência. É a sabedoria de cem anos vividos nesse mundo, e um coração que tem batido em cadenciado acompanhamento para todos os imagináveis comportamentos e emoções humanos.”

“Ari se flagrou chorando enquanto ficou ali parado, olhando para cima, finalmente compreendendo que Anahita havia lhe dado muito mais do que apenas a sua história.” 

Super recomendo. Beijinhos! Até a próxima. ♥ ♥ ♥

20160925_163110

O lado feio do amor

123669409_1ggAutora: Collen Hoover
N° de páginas: 334

Sinopse: Quando Tate Collins se muda para o apartamento de seu irmão, Corbin, a fim de se dedicar ao mestrado em enfermagem, não imaginava conhecer o lado feio do amor. Um relacionamento onde companheirismo e cumplicidade não são prioridades. E o sexo parece ser o único objetivo. Mas Miles Archer, piloto de avião, vizinho e melhor amigo de Corbin, sabe ser persuasivo… apesar da armadura emocional que usa para esconder um passado de dor.
O que Miles e Tate sentem não é amor à primeira vista, mas uma atração incontrolável. Em pouco tempo não conseguem mais resistir e se entregam ao desejo. O rapaz impõe duas regras: sem perguntas sobre o passado e sem esperanças para o futuro. Será um relacionamento casual. Eles têm a sintonia perfeita. Tate prometeu não se apaixonar. Mas vai descobrir que nenhuma regra é capaz de controlar o amor e o desejo.

Olá, gente! Como estão? Antes de tudo, quero dizer que “O lado feio do amor” é incrível! Caramba, eu simplesmente amei! É o primeiro livro que eu leio da autora Collen Hoover e já me tornei fã. A história é cativante e os personagens são maravilhosos,  cada um com seu jeitinho especial. 

Tate Collins é uma garota que está indo morar com o irmão até encontrar um lugar para ela. Mas, ao chegar na porta do apartamento do irmão, encontra um rapaz sentado na frente dela, e como o irmão de Tate estava trabalhando, o único jeito era enfrentar a situação sozinha, e é aí que começa a diversão – como ela consegue entrar no apartamento e como consegue lidar com o cara. 

No outro dia, Tate descobre que o cara “bêbado” é amigo do seu irmão Corbin, o Miles (que por sinal, é lindo). A partir daí começa uma aventura na vida de Tate e Miles. Mas, o que Tate não sabe é que Miles é uma pessoa cheia de segredos e não liga para o amor, ou melhor, tem medo dele. E os dois começam a se envolver de uma forma incrivelmente forte. 

No decorrer das páginas, vamos descobrindo os segredos de Miles, os motivos dele ser tão fechado (e, que segredo ele guarda, não é à toa que não consegue se envolver com mais ninguém). Mas, nada como o tempo para curar a dor e cicatrizar a ferida. Mas até isso acontecer, os dois vão passar altos e baixos. 

Com certeza é um dos meus livros preferidos, vale a pena ler. ♥ ♥ ♥

Frases do livro ♥

– Então por que continuar se sabemos que não vai terminar bem? – pergunto.
– Porque não sabemos como parar.

– O amor nem sempre é bonito, Tate. Às vezes você passa o tempo inteiro desejando que um dia ele mude. Que melhore. E aí, antes que perceba, você já voltou para a estaca zero e perdeu o seu coração em algum lugar no meio do caminho.

20160907_10575920160907_105900

À primeira vista

downloadAutor: Nicholas Sparks
N° de Páginas: 256

Sinopse: Jeremy Marsh tinha três certezas: jamais se mudaria de Nova York, não se apaixonaria novamente e nunca teria filhos. Mas agora ele está prestes a se casar com Lexie Darnell e aguarda a chegada da primeira filha, enquanto conduz a reforma de sua nova casa na pequena cidade de Boone Creek, na Carolina do Norte. Em meio a tantas mudanças, Jeremy luta para reencontrar o equilíbrio pessoal e profissional ao lado da mulher que o fez mudar todos os seus planos. Quando tudo parece estar entrando nos eixos, Jeremy recebe um misterioso e-mail que dá início a uma série de acontecimentos que irão testar a força dessa paixão.

Boa noite, leitores! Como estão? Bom, hoje trago a resenha do livro do querido Nicholas. Demorei tanto para ler à primeira vista, mas finalmente consegui, ahaha.

Sem saber, comprei o livro, afinal, todas as histórias do nosso querido autor são maravilhosas e não precisamos pedir opinião de ninguém para saber se é bom ou não, porque elas vão ser sempre incríveis! Como estava falando, comprei o livro e não sabia que era continuação do “O Milagre”. Conforme ia lendo, achava tudo muito semelhante ao livro “O Milagre”, foi aí que caiu a ficha e tudo fez sentido. Muito bom saber a continuação da história entre Jeremy Marsh e  Lexie Darnell.

Depois de ir morar em Boone Creek, Jeremy Marsh tem uma mudança total em sua vida, no comportamento, na vida profissional e no amor. Após ler algumas páginas, comecei a achar o livro um pouco monótono, sem muita emoção, algo raro que acontece comigo quando leio os livros do autor. Pois bem, ao me deparar e entender que nem sempre uma vida é 100% perfeita, fui me envolvendo e refletindo. Sabemos que na vida real, nem tudo é como queremos, nem tudo é como gostaríamos e muito menos, nem tudo é como pensamos. É…, Nicholas soube fazer de uma história fictícia, algo que poderia acontecer na vida real.

Bom, no desenrolar da história, Lexie e Jeremy passam por situações complicadas. Jeremy se torna uma pessoa insegura e desconfia que Lexie possa estar o traindo. Com isso, os dois enfrentam muitas dificuldades. E com a gravidez de Lexie, muitas coisas mudam, principalmente Jeremy.

Após muita luta, Jeremy parece enfim superar e conseguir de adequar na Boone Creek e voltar ao trabalho com muito esforço, mas, algo vai acontecer e desmoronar tudo e deixar Jeremy sem chão.

Digo que o final me surpreendeu. Quando tudo estava perfeito vem algo e tira todos os sonhos e os pesadelos voltam a assombrar, e isso me fez refletir bastante, ao pensar na vida. Nós não sabemos o dia de amanhã, tudo pode estar perfeito, mas em um minuto, tudo pode acabar, tudo pode mudar. Pois bem, vamos aproveitar a vida da melhor forma possível!

Frases do livro: 

Era impossível de acreditar! Aquele que deveria ser o dia mais feliz de sua vida, de repente, se transformara no pior de todos, e nada poderia preparar um ser humano para um fato como aquele.

O que está acontecendo com vocês, todo esse estresse em cima dos dois… isso se chama vida. E a vida tem uma tendência a pregar peças quando a gente menos espera. Todo casal tem seus altos e baixos, todos brigam, mas o importante é isto: que vocês são um casal, e casais não conseguem funcionar sem confiança. Você precisa confiar nele e ele precisa confiar em você.

 

DSCN8523DSCN8526

Depois de Você

Livro-Depois-de-Voce-Jojo-Moyes-6957136Autora: Jojo Moyes
N° de páginas: 318

Resumo: Com mais de 5 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, Como eu era antes de você conta a história do relacionamento entre Will Traynor e Louisa Clark, cujo fim trágico deixou de coração apertado os milhares de fãs da autora Jojo Moyes. Em Depois de você, Lou ainda não superou a perda de Will. Morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, Lou cai do terraço. O terrível acidente a obriga voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la. Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam. Tudo parece começar a se encaixar, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.

Alguns livros são apenas livros, outros, te deixam com um vazio, com uma dor profunda, querendo que algo mude, que tudo fique bem, que algo melhore. Uma dor que fica uma semana, duas, aí vem aquela sensação de que nenhum livro mais seria tão bom e interessante quando àquele que acabamos de ler, é… aquele que deixou um vazio em você. Acontece algumas vezes, quase sempre… Ahahaha. (estou escutando esta música : Max Jury – Numb, se alguém quiser ouvir também, ela é linda e faz parte da trilha sonora do filme Como eu era antes de você.

Bom, o livro Depois de Você é a continuação do Como eu era antes de você, sempre brinco que antes eu era feliz, ahaha, que exagero! Pois bem, mas é que ele é tão, tão lindo que realmente fiquei encantada com a história. Para quem quiser ler a resenha é essa aqui: Como eu era antes de você.

Depois de todo o sofrimento que Will Traynor deixou para trás, muitas coisas mudaram, principalmente para a querida Louisa Clark. Ela não imaginava que seria tão difícil superar a perda de Will. Morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Uma vida rotineira e não tem nada de interessante. Mas, certa noite, Lou bebeu demais e caiu do terraço. Por sorte, ela sobreviveu e conheceu Sam Fielding, o paramédico que atendeu o chamado da queda de Lou.

Mas, depois de um tempo, uma certa pessoa aparece na porta do seu apartamento (não posso dizer quem é, mas confirmo que é uma notícia inesperada que algumas vezes eu achei a pessoa insuportável, mas, depois de compreender bem os motivos dela, passei a entender melhor). Aí, tudo vai mudar. A forma de ver a vida,  de pensar em Will, de encarar uma nova jornada. Ela sabe que não é fácil, mas precisa decidir o que quer da vida. E, ela sabe que é complicado dar o próximo passo, não é tão simples assim, mas é preciso, ela sabe disso.

Os pais de Will também não são mais os mesmos, com a perda do filho, os dois mudaram muito.

Os pais de Lou também, continuam engraçados, mas a mãe toma atitudes que antes não conseguia.

E Sam, o paramédico, gostei dele, de verdade. Todos têm problemas, mas Sam é uma pessoa que pode ajudar de uma forma incrível o coração e a situação de Lou.

Realmente, o livro nos ensina muito, no começo da leitura eu estava entediada, claro, não é o livro “Como eu era antes de você“, mas, depois, depois de tudo o que aconteceu, depois da tragédia, depois de tanto sofrimento. Pois é. Parei. Pensei. E me dei conta do quão é difícil seguir em frente, enfrentar os medos, a tristeza de não ter mais aquela pessoa que tanto amamos, de nunca mais poder ter contato com ela, de simplesmente, não ter mais ela. Você reflete e pensando bem, se estivéssemos no lugar da amada Lou, com certeza estaríamos iguais, estaríamos arrasados.

“Como eu era antes de você e Depois de você” vão estar sempre comigo, livros que literalmente mudaram a minha vida.

Frases do livro: 

“De que adianta se aproximar de uma pessoa se vamos perdê-la? Mas outro dia comecei a pensar sobre o que realmente quero da vida e me dei conta de que quero alguém para amar.”

“Fiquei um pouco surpresa com a rapidez com que me acostumei a ter um homem nu por perto. Ainda mais um que conseguia se mexer.”

“Antes que eu pudesse pensar, me debrucei sobre a mesinha, estiquei o braço para alcançar sua nuca e o beijei. Ele hesitou apenas por um instante depois se inclinou para frente e retribuiu o beijo.”

“Falhei com você Will. Falhei com você de todas as maneiras possíveis.”

“Não queria saber se ele era um mulherengo compulsivo ou se estava fazendo um jogo. Eu estava tão sufocada de desejo que, na verdade, não ligava se ele quebrasse o outro lado do meu quadril.”

 

DSCN8443DSCN8436

A Casa das Orquídeas

110899002_1GGN° de páginas: 560
Autora: Lucinda Riley

Sinopse: Quando criança, a pianista Júlia Forrester passava seu tempo na estufa da propriedade de Wharton Park, onde flores exóticas cultivadas pelo seu avô nasciam e morriam com as estações. Agora, recuperando-se de uma tragédia na família, ela busca mais uma vez o conforto de Wharton Park, recém-herdada por Kit Crawford, um homem carismático que também tem uma história triste. No entanto, quando um antigo diário é encontrado durante uma reforma, os dois procuram a avó de Júlia para descobrirem a verdade sobre o romance que destruiu o futuro de Wharton Park… E, assim, Júlia é levada de volta no tempo, para o mundo de Olívia e Harry Crawford, um jovem casal separado cruelmente pela Segunda Guerra Mundial, cujo frágil casamento estava destinado a afetar a felicidade de muitas gerações, inclusive da de Júlia.

Ahh, Lucinda, Lucinda, minha querida e amada escritora. Sempre fico encantada com suas histórias, a forma de escrever e a longa viagem que fazemos no decorrer das páginas. Como sempre, a escritora intercala o presente e passado, nos levando para uma viagem incrível! Nunca me decepcionei com os seus livros, só tenho elogios e super indico “A Casa das Orquídeas”.

A história fala sobre uma mulher que sofreu por um período complicado em sua vida. Com isso, tudo o que ela faz parece não ter sentido. Em um mundo solitário, Júlia Forrester, que sempre amou tocar piano e foi uma mulher muito famosa pelo seu dom, está fechada e arrasada. Mas, tudo vai mudar quando ela encontra Kit Crawford, que também passou por altos e baixos. No decorrer das páginas, a escritora nos leva ao passado, explicando sobre os avós e a mãe de Júlia. Uma incrível viagem que não dá para parar de ler.

Vamos conhecer mais sobre a mansão dos Crawford. A história do pobre Harry Crawford que se casou por obrigação com Olívia antes de ir para a guerra.

E também vamos conhecer a Lídia. Apesar dela não aparecer no começo do livro, senti um carinho enorme, uma paixão, e claro, uma dor em saber que o destino nem sempre é tão bom quanto parece. A pobre Lídia é uma menina esforçada e com um coração maravilhoso. (só não posso entrar mais em detalhes porque senão vai acabar com o mistério… ahaha)

O avô de Júlia tinha um dom para cuidar das orquídeas, e assim, ele era o responsável em cuidar das flores exóticas, entre elas, as orquídeas na propriedade de Wharton Park.

Eu amei, simplesmente amei, não sabemos alguns detalhes até quase no finalzinho do livro. É o que nos chama cada vez mais para dentro das páginas. Um livro cheio de mistérios, desencontros, amores não correspondidos, amor correspondido, escolhas difíceis e principalmente, uma viagem magnífica, tenho certeza que você irá gostar.

Frases do livro:

“Em meio a dor e à felicidade da jornada que percorri nos últimos dois anos, eu aprendi a lição mais importante que a vida tem a oferecer e fico feliz por isso. Tudo o que temos é este instante.”

“Júlia estacionou o carro e caminhou em direção à casa, respirando e dizendo a si mesma que, naquela noite, ela faria o que fosse preciso para tentar melhorar a situação. Que escolha ela tinha?

20160430_155906

DSCN8327

Um beijo enorme, até a próxima! :)