Agora e Sempre

AGORA_E_SEMPRE_1342475092B N° de páginas: 415
Escritora: Judith McNaught

Sinopse: Em 1815, a americana Victoria Seaton perde os pais em um trágico acidente de carruagem. Seu amigo Andrew, com quem a jovem pretende se casar, está fora do país. Ela e a irmã Dorothy ficam completamente desamparadas, até descobrirem que a mãe pertencera à aristocracia inglesa. As irmãs são forçadas a partir para a Inglaterra para se hospedarem na casa de parentes desconhecidos. Victoria surpreende-se ao conhecer seu primo distante, o lorde Jason Fielding. Disputado pelas mais belas mulheres da alta sociedade, solteiras ou casadas, Jason é um mistério para a jovem. Confusa pela arrogância do rapaz, mas atraída por seu forte poder de sedução, ela percebe que Jason é assombrado por um passado doloroso. 

Simplesmente APAIXONADA pela história da escritora Judith McNaught. Até então, nunca tinha lido seus livros, porém, nunca mais deixarei de ler. Amei, amei e amei. A leitura é fácil e te prende de uma forma incrível!

A história é a seguinte: Victoria Seaton, ao perder os pais em um acidente de carruagem, é mandada para a casa de um primo distante, e a Dorothy, sua irmã mais nova, será enviada para ir morar em outra casa, com sua bisavó, mulher que as duas mal conhecem e é vista como uma pessoa amarga e sem coração. Pois bem, a única forma de ter um lar seria dessa forma, por isso, as duas, mesmo sem querer, acabam se separando.

Ao chegar na casa do primo distante, o lorde Jason Fielding, Victoria se vê em uma prisão com um homem sem sentimentos, mas, disputado pelas mais belas mulheres da alta sociedade, solteiras ou casadas. Com o passar dos dias, Victoria começa a enxergar como realmente é Jason Fielding. Apesar da sua forma de agir, mostrando um homem sem coração, Victoria começa a descobrir coisas do passado de Jason que a fez sentir um nó na garganta, e após isso, começa a ver o lorde com outros olhos.

Quando Victoria partiu para morar na Inglaterra, deixou seu grande amor Andrew, com quem tinha planos de casar. Mas infelizmente – ou felizmente, Andrew estava fora do país e não soube da notícia rapidamente, e como era no ano de 1815, o contato distante era feito apenas por cartas ou alguém para dar o recado.

Desamparada e iludida cada vez mais com a demora de Andrew procurá-la, Victoria recebe uma carta da mãe de Andrew, onde dizia que ele teria se casado com outra. Com isso, Victoria se vê desamparada e perdida no mundo, se afundando em sua própria tristeza.

Mas Jason Fielding estava ali para escutá-la e aconselhá-la. E, o que vem depois, ahhh, acho que não seria justo contar todos os detalhes, por isso, posso só continuar dizendo que, com certeza vale cada frase escrita no livro. Judith McNaught é uma grande escritora e entrou na minha lista dos preferidos.

E o final, bom, ainda tem algumas cenas emocionantes para as últimas paginas. 😉 

Frases do livro: 

“Acha que da próxima vez pode me beijar sem que eu peça?”

“Não me lembro de ter pedido a sua permissão, Victoria retrucou com arrogância.”

“Ele ergueu a cabeça devagar e, com as feições contorcidas pela dor, olhou através dela, como se ela fosse uma aparição.” 

844d4bf4-096d-41cd-973e-891aa7c96c293889e2d8-b8cf-44de-8efb-2f2f851748ec

 

Anúncios

Um comentário sobre “Agora e Sempre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s